Pendrives Diferentes Seu Trabalho Seguro Décio Segurança Top Segurança Segtrabase Tst Sérgio Profissionais em Seg Trabalho Zona de Risco

Fotos de Acidentes de Trabalho


Quem quiser fotos de acidente de trabalho pode pegar no meu Orkut que esta mais completo, aproveita e adiciona eu também: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=18286693184375270853 ou baixa no Álbum Picasa, porém tem menos fotos: http://picasaweb.google.com/JAIRCLOSSKO/TecnLogosEmSeguranANoTrabalho#

Suicídios de trabalhadores da France Télécom obrigam Governo a agir


Paris, 13 set (EFE).- Os suicídios de trabalhadores da empresa France Télécom, maior operador de telecomunicações e antigo monopólio na França, obrigaram o Governo francês a agir, com reuniões a partir de amanhã com responsáveis do grupo.

Após 23 suicídios, o último deles na sexta-feira passada, o de uma mulher de 32 anos que se arrojou pela janela de seu escritório, o Executivo prepara o envio do Diretor-geral de Trabalho à empresa e a reunião com o presidente da companhia.

A intervenção do Governo vem precedida de duras críticas dos sindicatos da empresa, que atacaram as decisões da France Télécom em matéria de mudanças internas de trabalhadores, decisões nas quais veem a origem das trágicas mortes dos últimos meses.

Os sindicatos criticam a gestão da empresa do processo de reestruturação empreendido para enfrentar a concorrência à qual está exposta desde que perdeu sua situação de monopólio, que ajudou na redução de seu elenco em mais de 20 mil pessoas, segundo os representantes dos trabalhadores.

O ministro do Trabalho, Xavier Darcos, deve se reunir com o presidente da France Télécom, Didier Lombard, para abordar a situação em relação às condições de segurança do trabalho na companhia.

A France Télécom anunciou a suspensão provisória das medidas de mudanças internas e comunicou que deve abrir negociações com os representantes sindicais no próximo 18 de setembro. EFE
Fonte: g1.com

30% dos acidentes de trabalho atingem as mãos


Você já pensou em viver sem suas mão? Elas estão envolvidas na maioria das atividades desempenhadas pelo ser humano, sendo um
de seus principais instrumentos de trabalho. Perdê-la significa a interrupção de sua força profissional em uma faixa etária produtiva, além de um enorme trauma psicológico e físico, somado a uma perda econômica para empresa, governo e trabalhador.
Apesar da importância, as mãos estão entre as partes do corpo humano mais sujeitas a acidentes. Segundo dados do Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho, publicado em janeiro de 2008, 30% dos 503.890 acidentes de trabalho, atingem mãos, dedos e punhos.
Por este motivo, a Associação Brasileira de Cirurgia da Mão lançou a Campanha Nacional de Prevenção a Acidentes e Traumas da Mão, já que muitos desses acidentes poderiam ser evitados com investimentos em máquinas mais modernas, com dispositivos de segurança, capacitação dos trabalhadores e processos de produção mais adequados.
“A qualidade do primeiro atendimento é de extrema importância, pois é dele que depende toda a evolução caso. Um socorro mal conduzido gera seqüelas graves e, muitas vezes’", incapacidade funcional", alerta a entidade.
“É importante ressaltar que a maior incidência dos acidentes e traumas da mão atingem a população economicamente ativa e o afastamento dessas pessoas de suas respectivas atividades, provoca um sério impacto econômico-social”, adverte Dr. Flávio Faloppa, da Associação Brasileira de Cirurgia da Mão.
Os custos com acidentes, geralmente, englobam o atendimento médico e tratamento, indenização do acidentado, horas perdidas no trabalho, substituição do funcionário. Tudo isso gera prejuízo tanto para o governo, quanto para a empresa, mas principalmente para o trabalhador acidentado, que terá seu ganho diminuído durante a recuperação e, em casos de acidentes mais graves, carregará as seqüelas para o resto de suas vidas.
Fonte: Associação Brasileira de Cirurgia da Mão
Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores